Teoria e Crítica Literária

"Todo Anjo é terrível."   (Rainer Maria Rilke)

Textos


               ABRAÇA-ME
             Chove lá fora,
             E o mundo
             É uma imensa bola
             Que esmaga sonhos
             Recém-nascidos.
 
            Abraça-me,
            Para que tudo
            Faça sentido.
 
            Palavras
            São como barras
           Cercando os homens
           Em masmorras.
 
          Abraça-me,
          Para que eu
          Não morra.
 
         Flores esmagadas,
         Árvores imensas
         Jazem cortadas
         Num campo de morte...
 
        Abraça-me,
        Para que eu
        Não tema a sorte
 
       Que me espera,
       Que me aguarda
       Atrás da porta
       Entre o sentido
       E o nada...
 
      Abraça-me.
(Do e-livro "
Sempre cada Vez mais Longe & Outros poemas",
à venda na
 http://www.amazon.com.br )  

                             ( annabailune )
                                    (clique)

 
Ana Bailune
Enviado por Jô do Recanto das Letras em 14/09/2013
Alterado em 15/09/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras